Cursos Gratuitos Senai – Vagas Abertas

Para os jovens que desejam formação rápida, os cursos gratuitos senai possuem ótima qualidade e proporcionam acesso ao mercado de trabalho com bons salários. No Brasil, o ensino médio, especialmente o público, não oferece qualquer tipo de especialização. Além disso, muitos não possuem experiência profissional ou não pretendem ou possuem disponibilidade de tempo e dinheiro para fazerem um curso superior.

Cursos Gratuitos Senai - Vagas Abertas

Dessa forma, não custa se preparar, principalmente quando uma instituição reconhecida pelo mercado de trabalho e com alto índice de empregabilidade, como o SENAI-SP oferece cursos gratuitos de formação técnica de nível médio em diversas áreas: alimentos e bebidas; metalmecânica-metalurgia;refrigeração e climatização; automação industrial; manutenção automotiva; edificações: calçados; design de calçados; sistemas eletrônicos de transporte sobre trilhos; eletroeletrônica; eletrônica; eletrotécnica; logística e produção; madeira e mobiliário; metalmecânica- mecânica; plásticos; química; saúde e segurança no trabalho; tecnologia da informação;   telecomunicações; textil e vestuário, além de transportes.

Técnico em Mecânica – Curso Senai

Cursos Gratuitos Senai

Para os que procuram ensino de gratuito e de qualidade podem procurar  uma da unidades do SENAI-SP. Além de receberem educação, essa instituição compromete-se a formar profissionais. Para atingir esse objetivos, os alunos passarão por estágio e, ao se formarem, obterão o diploma de técnico na área de sua escolha.

Como Conseguir o Curso Gratuito?

PRONATEC:

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o Pronatec, possui como meta principal melhorar a vida de milhões de brasileiros. Através da expansão e da democratização de cursos de formação inicial e continuada e de cursos de educação profissional técnica de nível médio o programa visa dar oportunidade a quem realmente precisa. Além disto, é possível ter acesso à qualificação profissional de forma presencial ou à distância.

O PRONATEC foi criado no ano de 2011 pelo Governo Federal com o intuito de aumentar a oferta de cursos tanto de educação profissional quanto de educação tecnológica. Por meio de diferentes iniciativas os indivíduos têm acesso a um ensino de qualidade, de forma a deixá-los preparados para um mercado de trabalho cada vez mais competitivo.

E como funciona?

O Pronatec está dividido em subprogramas, em ações e em projetos. São ao total seis iniciativas que visam atender a um público variado:

  1. Bolsa-Formação
  2. FIES técnico
  3. Brasil Profissionalizado
  4. E-TEC Brasil
  5. Expansão da Rede Federal de Educação Profissional
  6. Tecnológica e Sistema S.

Na opção Bolsa-Formação são oferecidos diferentes cursos gratuitos em escolas públicas estaduais e também federais pelo Brasil inteiro. Além disto, as unidades do SENAI, do SENAR, do SENAC e SENAT fazem parte do processo, deixando o programa ao alcance de todos. É ai que você conseguirá se inscrever para o curso do SENAI.

Quem pode se inscrever?

•    Todos os trabalhadores, ou seja, pessoas empregadas, trabalhadores domésticos sendo ou não remunerados e ainda autônomos (trabalhadores por conta própria).  Até mesmo agricultores familiares se encaixam.

•    Povos indígenas, membros de comunidades quilombolas.

•    Adolescentes que estejam cumprindo medidas socioeducativas, desempregados, indivíduos com deficiência.

•    Recebedores do programa bolsa família ou de benefícios de outros programas federais com recurso de transferência de renda ou que estejam devidamente cadastrados no conhecido CadÚnico.

•    Praças da aeronáutica e do exército brasileiro que possuam baixa renda, atiradores de tiro de guerra e participantes do programa soldado cidadão.

•    Estudantes que tenham cursado ou que cursem o ensino médio de escolas públicas ou ainda em instituições privadas na condição de bolsista integral;

•    Desempregados que estejam recebendo o seguro-desemprego (na modalidade Cursos de Formação Inicial e Continuada)

É preciso verificar quais cursos estão sendo oferecidos em cada município e ficar de olho no período de inscrição. Existem várias iniciativas e diferentes locais oferecem os cursos, portanto, não há um sistema de inscrição unificado.

Para não perder uma boa oportunidade é interessante seguir as atualizações do site da secretaria da educação de seu estado. Além disto, outros lugares como institutos federais e unidades de serviços nacionais de aprendizagem podem trazer as devidas informações.

Técnico em Eletroeletrônica – Curso Senai

Atualmente o Senai já formou milhares de cidadãos brasileiros com o intuito de se profissionalizar nesse setor. Se você tem interesse de ser um desses profissionais não deixe de ler os artigos desse link: www.cursossenaigratuitos.info , como por exemplo o Senai SP 2017, e se inscrever nos cursos que se encaixam na sua área desejada. Boa sorte!

15 dicas para Vestibular

Estudar para alguns é um prazer, para outros, uma dificuldade. Para ajudar a estes dois grupos, abrimos uma seção para mostrar que o ato de estudar pode ser mais fácil para ambos.

Dicas para o vestibular

São dicas preciosas e, portanto, indispensáveis para quem está cursando o ensino médio ou, então, preparando-se para o exame vestibular.

Veja também em: www.vestibular-2017.cursosgratuitosead.com.br

1ª. ACERTOS.

Concentração e tranqüilidade garantem o máximo de acertos possível.

Não se preocupe em tentar acertar um determinado número de questões.

2ª. ACHISMOS.

Nada de achismos!

Não adianta fazer suposições.

Utilize apenas as informações que, de fato, constam no enunciado. Não suponha nada além.

Não acredite cem por cento nas figuras: acho que esse ângulo é reto. Não! Ou está escrito no enunciado que ele é reto ou terá que deduzir isso.

Vestibular dicas

3ª. AFETIVIDADE.

O estudante não pode tirar férias de sua condição humana.

As relações afetivas dão ao candidato o equilíbrio emocional necessário para enfrentar a rotina de estudos.

4ª. ÁGUA.

É importante manter-se hidratado.

Beba muita água (oito copos por dia, em média).

O leite e os sucos naturais de frutas, além de serem boas fontes de água, fornecem outras substâncias nutritivas essenciais ao organismo.

A água ajuda na digestão, no funcionamento dos rins e intestinos, além de regular a temperatura do corpo. Repõe a perda de líquidos aumentada com o calor e o estresse.

5ª. ALIMENTAÇÃO.

As proteínas, vitaminas e sais minerais são muito importantes.

As frituras são desaconselhadas, pois causam transtornos gastrointestinais.

Cereais, pães integrais e queijos irão deixá-lo bem mais disposto para estudar.

Ingira líquido à vontade, como água ou suco natural, mas nada de refrigerantes.

Feijoada, nem pensar, porque causa sonolência, deixando o raciocínio mais lento.

A alimentação balanceada é fundamental para um melhor desempenho das funções mentais.

Deixe o chiclete o mais rapidamente possível. Ele fabrica ácido clorídrico e provoca sensação de fome.

Os carboidratos são a principal fonte de energia do organismo e são encontrados no arroz, na batata, massas e pães.

Fazer pelo menos cinco refeições diárias, sem exagerar na quantidade, é o segredo (café da manhã, lanche, almoço, lanche da tarde e jantar).

No dia da prova, coma alimentos suaves e leves, como frutas, sucos e vitaminas. Evite comidas gordurosas, de difícil digestão, doces, chocolates, refrigerantes e balas, que causam desconforto gástrico.

6ª. AMBIENTE DE ESTUDO.

Fique longe de conversas e evite ruídos repetitivos.

Evite movimentos e sons que tirem sua concentração.

Não é necessário desligar-se totalmente do mundo – uma música instrumental, por exemplo, em volume mais baixo, é sempre uma boa companhia – mas resista a atender o telefone.

7ª. AMIGOS.

Cultive amigos.

Estabelecer relações sociais é necessário para alegrar a vida.

Um ombro amigo vale para dividir prazeres e tristezas e para compartilhar momentos especiais.

8ª. ANOTAÇÕES.

Manter os apontamentos é fundamental.

A escrita é um poderoso instrumento para preservar o conhecimento.

Tomar notas é a melhor técnica para guardar as informações obtidas em aula e em livros.

9ª. ANSIEDADE.

Não carregue sobre os ombros as expectativas de seus pais. Já bastam as suas!

O diálogo é a melhor saída para controlar a ansiedade de ser aprovado no vestibular.

A ansiedade e o medo são considerados reações normais em situações aflitivas, como provas.

A adrenalina produzida pela ansiedade pode ajudar no processo competitivo, gerando iniciativa e garra para lutar.

Aprender a ter controle sobre a situação em vez de entrar em pânico é a chave para um melhor aproveitamento da adrenalina.

10ª. ANTES DA PROVA.

Alivie a tensão, fazendo algo de que gosta e o deixa relaxado.

Assista a um filme, escute música, faça uma caminhada, etc.

11ª. APROVEITE TODOS OS HORÁRIOS.

Não perca um minuto sequer do seu precioso tempo.

Aproveite os minutos usados com deslocamentos, como as viagens de ônibus, por exemplo, ou as folgas no trabalho para repassar o que foi estudado.

12ª. ASSIMILAÇÃO.

Habitue-se a pensar, refletir, questionar e debater. O conteúdo assim torna-se assimilado, faz parte de você, pois tomou posse do saber.

13ª. ATIVIDADE FÍSICA.

A atividade física controla a ansiedade e aumenta a auto-estima.

Pratique exercícios físicos, de preferência de segunda a sexta-feira.

Escolha uma de que goste e comece a praticá-la aos poucos, sem forçar muito.

Lembre-se de que não é um atleta que está treinando para as olimpíadas.

14ª. ATUALIZAÇÃO.

Manter-se atualizado é tão importante quanto estudar.

Intensifique o seu grau de atualização, especialmente por meio da leitura de jornais, revistas e pesquisa na Internet.

15ª. AULAS. 

Mantenha a atenção nas aulas. É o melhor momento da aprendizagem.

A assiduidade às aulas é fator de sucesso, pois é difícil achar quem substitua a explicação do professor. É a comunicação direta, dinâmica e viva. Na lousa, as setas facilitam a percepção rápida. Há concomitância de palavras, gestos, figuras. O professor sabe de antemão os pontos mais obscuros, que apresentam mais dificuldades.

Há alunos que procedem como turistas. Aparecem de vez em quando para fazer suas visitas e, no fim do ano, se tornam especialistas em cálculos de porcentagem de faltas: aborrecem professores e funcionários da secretaria e estão sempre à deriva, em vias de entrar pelo cano.

Vestibular

Dicas em video

Saber utilizar bem o espaço de estudo, ter cuidado ao fazer a redação, estudar diariamente e estudar em grupo: tudo isso pode ser uma mão na roda para quem precisa de um “empurrãozinho” nas notas.

Inscrição:

Você pode fazer a inscrição no site Vestibulares